omega3-6-9

Omega 3-6-9 (1200 mg) + vitamina D (5 μg)

34,00 IVA incluído

Descrição do Produto

Suplemento indicado para:

Ômega 3:

Ácido Docosahexaenoico (DHA):Contribui para manter o normal funcionamento normal do cerebro e do coração. Também contribui para o normal funcionamento da visão.

Ácido Eicosapentaenoico (EPA):Contribui para o normal funcionamento do coração.

Ômega 6:

Ácido Linoleico: Contribui para manter os níveis normais de colesterol sanguíneo.

 Ômega 9: 

Ácido Oléico: É uma gordura insaturada (monoinsaturados o polinsaturados), que contribui para a manter os niveles normales de colesterol sanguíneo.

Cada há maior evidência científica que apoia o uso dos complementos de ácidos gordos essenciais  para prevenir ou ajudar no tratamento em diferentes doenças.  Consulte com mais detalhe no separador artigos científicos.

 

Os ômegas LAMBERTS®

A maioria dos suplementos de ácidos gordos ômega 3 e ômega 6 do mercado encontram-se em cápsulas muito similares, sendo difícil as pessoas apreciar a diferença de qualidade dos ômegas. Na realidade existe uma grande diferença entre as empresas que o comercializam.

LAMBERTS® é uma empresa Britânica que produz para profissionais há 25 anos e durante este tempo converteram-se especialistas na obtenção dos melhores ácidos gordos do mercado.

Todos os produtos passam por processos rigorosos para garantir que não existem contaminações provenientes dos tóxicos marinhos e para garantir uma qualidade superior.

Na sua fórmula, além dos ómegas 3, 6 9 em doses adequadas, inclui 5 μg de vitamina D3, essencial para ossos e dentes saudáveis, e também é importante para um bom sistema imune e bom funcionamento dos músculos.

O ômega 3 deste produto é inteiramente obtido a partir de óleos de peixe.

 


Apresentação: Embalagem com 120 capsulas.

Aviso: Não recomendado em caso de alergia a algum dos seus constituintes.

Toma Diária: Tomar 1 cápsula, 2 vezes ao dia com as refeições. Não exceder a toma diária recomendada.

Ingredientes: Concentrado de òleo de Peixe de Pescado*, Agentes de Recobrimento (Gelatina, Glicerina), Azeite de oliveira, Óleo de Borragem, Vitamina D3*.

*Com antioxidante dl-alfa tocoferol

 

 

 

Artigos Científicos

Todos já ouvimos falar dos termos “ácidos gordos” e  “Omega-3″ mas sabe o que é um ácido gordo e a razão pela qual o nosso corpo os necessita? E quais são os alimentos onde os podemos encontrar? E que quantidades devemos consumir para vivermos mais e mais saudáveis?

Os ácidos gordos são importantes para que todos os sistemas do corpo funcionem normalmente, incluindo a sua pele, o seu aparato respiratório, a sua circulação, o seu cérebros e os seus órgãos vitais.

Há dois ácidos gordos, chamados ácidos gordos essenciais (EFA) que o nosso corpo não produz sozinho e por isso temos de os obter através da a alimentação.

Os dois ácidos gordos essenciais que o corpo não produz são o Ômega-3 e o Ômega-6.

 

O que é um ácido gordo Ômega-3?

O ácido gordo Ômega-3 (ácido alfa-linolénico) é um ácido gordo essencial com um papel importante  no funcionamento cerebral e pode prevenir as doenças cardio-vasculares. A Sociedade Americana do Coração recomenda una dieta onde se consuma pelo menos duas vezes  por semana, pescado com este tipo de gordura como é o salmão, sardinhas, arenques e atum.

Mas atenção, porque embora estes peixes contenham muitos ácidos gordos ômega-3, infelizmente existe muita contaminação por mercúrio, que além de nos prejudicar a saúde, diminui a assimilação deste ácido gordo. Procure comprar peixe de qualidade ou então compre suplementos de laboratórios prestigiados que garantam a sua qualidade.

 

Benefícios do Ácido gordo ômega-3 para a Saúde

Estudos sobre os benefícios do ácido gordo ômega-3 para a saúde demostraram que serve  para ajudar no tratamento das seguintes doenças

  • Asma[1]
  • Diabetes[2]
  • Artrites[3]
  • Osteoporose[4]
  • Alguns tipos de Cancro[5]
  • Transtornos da pele [6]
  • Colesterol Alto[7]
  • Hipertensão[8]
  • Transtornos de Atenção[9]
  • Depressão[10]
  • Degeneração Macular[6]
  • Dificuldades Digestivas[11]

Alimentos Ricos em ômega-3

 

  • Leguminosas
  • Espirulina
  • Nozes
  • Sementes de mostarda
  • Vegetais verdes
  • Óleo de semente de cânhamo
  • Óleo de Semente de Chia
  • Óleo de gérmen de trigo
  • Sementes de linhaça ou Azeite de sementes de linhaça

 

 Mas não se esqueça a melhor fonte de ômega 3 é obtida através dos pescados.

 

O que é um Ácido gordo ômega-6?

O ácido gordo Omega-6 (ácido linoleico) junto com o ácido gordo Omega-3 produz muitos benefícios para a saúde, já atrás descritos, mas o mais difícil é ingeri-los nas quantidades corretas. O que é um Ácido gordo Omega-6?Mas não se esqueça a melhor fonte de ômega 3 é obtida através dos pescados.

Segundo os estudos devemos tentar comer o dobro de ômega-6  que de ômega-3, para que o índice de Omega-6 / Omega-3 seja 2:1, mas com a comida do mundo industrializado, congelados e  lanches altamente calóricos acabamos por ingerir cerca de 15 vezes mais de ômega 6 que de ômega 3.

Alimentos Ricos em ômega-6

  • Azeite virgem de oliveira
  • Gérmen de Trigo
  • Pistachos
  • Azeite de Sésamo
  • Óleo de semente de cânhamo
  • Sementes de abóbora
  • Óleo de Semente de Chia
  • Óleo de Semente de Girassol
  • Nozes

O que é um ácido gordo ômega-9?

O ômega-9 (ácido oleico) é um ácido gordo monoinsaturado, produzido de forma natural pelo nosso corpo, quando há no corpo suficientes quantidades ácidos gordos essenciais ômega 3 e 6.

Por isso, se não têm quantidade suficiente de ômega-3 e ômega-6, então deve incorporar o ômega 9 na sua dieta.

Este ácido gordo tem um papel importante nas doenças cardiovasculares, reduzindo o colesterol. Para além disso reduz o endurecimento das artérias e melhora o sistema imunitário.

Alimentos Ricos em ômega-9:

  • Abacate
  • Nozes Pecã
  • Cajú
  • Amêndoas
  • Avelãs
  • Pistachos
  • Nozes da Macadâmia
  • Óleo de Semente de Chia
  • Azeitonas e azeite de oliveira

O que é o EPA E DHA ? 

No corpo, os  ácidos gordos ômega 3 convertem-se em DHA e EPA  (Ácido Docosahexaenoico y Ácido Eicosapentaenoico, respectivamente). O DHA y EPA São gorduras altamente NÃO saturadas que têm um papel muito importante no desenvolvimento da vida!

O EPA é mais importante para produção de eicosanóides, substâncias que comunicam mensagens diversas no organismo.

O DHA está em abundância nas células da retina e nos neurónios. Funções como relaxamento e contracção dos músculos, coagulação, digestão, fertilidade, divisão celular, crescimento, controle da inflamação estão dependentes dos ómega 3.

Sabe-se que o DHA 

– é crucial para a estrutura, desenvolvimento e funcionamento do cérebro. Nas grávidas por exemplo a suplementação é essencial;

– é fundamental para o cérebro adulto; – a sua deficiência está ligada a desordens psicológicas como depressão e comportamentos agressivos;

– costuma estar em níveis baixos em crianças com hiperactividade ou sintomas semelhantes -a sua ingestão adequada permite prevenir o declínio da memória e a doença de Alzheimer.

 

Porque corremos o risco de défice de EPA e DHA?

Boas fontes são os peixes e algas. Assim seria se todos os peixes que comemos se alimentassem apenas de outros peixes, plâncton e algas. O que acontece com mais frequência nos dias de hoje é consumirmos peixes que foram alimentados com rações ricas em ómega 6 e por isso, não adquirimos o ómega 3 desejado.

Uma correcta ingestão de alimentos com ômega 3 (peixe, algas) e a compensação com a suplementação deve ser ponderada por todos aqueles que procuram um cérebro activo e uma memória exemplar ao longo de toda a vida.

 

Se pretende adquirir um suplemento de ômega 3:

– Compre suplementos que discriminem as quantidades de EPA e DHA e não os que referem apenas a quantidade total de ómega 3.

– Opte por suplementos com a proporção correcta de EPA e DHA: 2/3 de EPA para 1/3 de DHA. Apesar de o DHA ser mais importante para o cérebro, os suplementos possuem mais EPA pois é a partir deste que se produz DHA

500 mg de EPA+DHA são as recomendações para evitar deficiências; 1000mg de EPA + DHA são as recomendações para melhorar performance. Deverá usar quantidades superiores apenas quando tiver resultados laboratoriais que comprovem essa necessidade.

– Nas Crianças até 7 anos, o DHA é de tal forma fundamental que a suplementação deve conter 2/3 de DHA para 1/3 de EPA.- Se o seu objectivo é mesmo a questão cerebral procure o suplemento com a maior quantidade de DHA.

– Use suplementos de empresas que sabe terem cuidado com o grau de contaminação dos suplementos com metais pesados. Informe-se sobre a empresa.

LAMBERTS® é uma empresa Britânica que produz para profissionais há 25 anos e durante este tempo converteram-se especialistas na obtenção dos melhores ácidos gordos do mercado.

Todos os produtos passam por processos rigorosos para garantir que não existem contaminações provenientes dos tóxicos marinhos e para garantir uma qualidade superior.

Na sua fórmula, além dos ómegas 3, 6 9 em doses adequadas (2 cápsulas) inclui 5 μg de vitamina D3, essencial para ossos e dentes saudáveis, e também é importante para um bom sistema imune e bom funcionamento dos músculos.

O ômega 3 deste produto é inteiramente obtido a partir de óleos de peixe.

 

Gostou do artigo? Partilhe nas redes sociais!

Referencias

  1. Schachter HM, Reisman J, Tran K, et al. Health Effects of Omega-3 Fatty Acids on Asthma. Rockville (MD): Agency for Healthcare Research and Quality (US); 2004 Mar. (Evidence Reports/Technology Assessments, No. 91.) Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK37196/
  2. Mita T, Watada H, Ogihara T, et al. Eicosapentaenoic acid reduces the progression of carotid intima-media thickness in patients with type 2 diabetes. Atherosclerosis. 2007 Mar;191(1):162-167. Available from: http://www.atherosclerosis-journal.com/article/S0021-9150%2806%2900132-8/abstract
  3. Fortin PR, Lew RA, Lian MH, et al. Validation of a meta-analysis: The effects of fish oil in rheumatoid arthritis. Journal of Clinical Epidemiology. 1995 Nov;48(11):1379-1390. Available from: http://www.jclinepi.com/article/0895-4356%2895%2900028-3/abstract
  4. Vanek C, Connor WE. Do n−3 fatty acids prevent osteoporosis?. The American Journal of Clinical Nutrition. 2007 Mar;85(3):647-648. Available from: http://www.ajcn.org/content/85/3/647.full
  5. Augustsson K, Michaud DS, Rimm EB, et al. A Prospective Study of Intake of Fish and Marine Fatty Acids and Prostate Cancer. Cancer Epidemiol Biomarkers and Prevention. 2003 Jan;12(1):64-7. Available from: http://cebp.aacrjournals.org/content/12/1/64.long
  6. Ehrlich SD. Omega-3 fatty acids. University of Maryland Medical Center. 2011 May. Available from: http://www.umm.edu/altmed/articles/omega-3-000316.htm
  7. McKenney JM, Sica D. Prescription omega-3 fatty acids for the treatment of hypertriglyceridemia. American Journal of Health-System Pharmacy. 2007 Mar;64(6):595-605. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17353568
  8. Morris MC, Sacks F, Rosner B. Does fish oil lower blood pressure? A meta-analysis of controlled trials. Cancer Epidemiol Biomarkers and Prevention. 1993 Aug;88(2):523-33. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/8339414
  9. Richardson AJ, Montgomery P. The Oxford-Durham study: a randomized, controlled trial of dietary supplementation with fatty acids in children with developmental coordination disorder. Pediatrics. 2005 May;115(5):1360-6. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15867048
  10. Su KP, Huang SY, Chiu CC, et al. Omega-3 fatty acids in major depressive disorder. A preliminary double-blind, placebo-controlled trial. Eur Neuropsychopharmacol. 2003 Aug;13(4):267-71. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/12888186
  11. MacLean CH, Mojica WA, Morton SC, et al. Effects of Omega-3 Fatty Acids on Lipids and Glycemic Control in Type II Diabetes and the Metabolic Syndrome and on Inflammatory Bowel Disease, Rheumatoid Arthritis, Renal Disease, Systemic Lupus Erythematosus, and Osteoporosis. Rockville (MD): Agency for Healthcare Research and Quality (US); 2004 Mar. (Evidence Reports/Technology Assessments, No. 89.) Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK37146/